Esta comunicação decorre do trabalho desenvolvido, até à data, no âmbito do projecto “Estudo tecnológico e comparativo de um conjunto de objectos lacados produzidos para o mercado português nos séculos XVI e XVII”.

A conferência foi organizada pelas seguintes instituições:

Sociedade Polaca de Arte Oriental, Varsóvia
Museu Manggha de Arte e Tecnologia Japonesa, Cracóvia
Cadeira de estudos do Sul da Ásia da Universidade de Varsóvia
Secção de Arte Oriental, Universidade Nicolaus Copernicus de Torun
Museu da Asia e do Pacífico, Varsóvia 

Resumo da comunicação:

A expansão Portuguesa na Ásia no século XVI provocou o intercâmbio de técnicas e estilos artísticos. O estabelecimento dos Portugueses ao longo da costa Indiana provocou uma produção de mobiliário com protótipos europeus. Caracterizados por distintas influências, estes objectos testemunham o impacto cultural.

O estudo material de um grupo de objectos com revestimento lacado revelou a presença de laca sudeste asiática, obtida da espécie da árvore de laca – Melanorrhoea usitate, bem como de uma técnica de dourado, ambas provenientes das regiões da Birmânia (actual Myanmar) e da Tailândia. Ambas as regiões mantiveram fortes relações comerciais com os portugueses nos séculos XVI e XVII inclusivamente com a presença local de comunidades lusas.

Não tendo sido possível confirmar, até à data, em qual destas duas regiões os objectos foram lacados, a participação nesta conferência constituiu um momento privilegiado para a troca de informações e discussão de ideias com investigadores provenientes de diversas regiões do sudeste asiático, com trabalho desenvolvido em variadas áreas do saber, como a história de arte, a conservação e arqueologia. 
 
As actas da conferência serão publicadas futuramente. O programa pode ser consultado em www.orient.uw.edu.pl/sea.