Integrando a Experiência Fotográfica Internacional dos Monumentos (EFIM), a Direção-Geral do Património Cultural promoveu mais uma edição do projeto Num Instante… o Património propondo aos jovens (com idade entre os 14 e os 21 anos) a participarem num encontro entre o património e a criação contemporânea, numa perspetiva de valorização do processo criativo. Tendo como fonte de inspiração um elemento patrimonial, os participantes expressaram a sua criatividade na captação de imagens inéditas, revelando novos olhares que nos permitem redescobrir o património português a cada instante.
O projeto internacional Experiência Fotográfica Internacional dos Monumentos(EFIM) www.gencat.cat/cultura/ihpeepim2013es  é uma iniciativa organizada pelas autoridades da Catalunha (Espanha) que visa difundir o trabalho dos jovens criadores e alunos que saibam captar, através da sua objetiva, a riqueza do património monumental da Europa e dos países mediterrânicos. O resultado internacional desta experiência terá visibilidade na edição de um catálogo internacional (digital) e na realização de uma exposição internacional na qual serão exibidos os trabalhos vencedores dos concursos nacionais.
As duas fotografias selecionadas, que representarão Portugal internacionalmente, revelam uma sensibilidade artística que resultou num cruzamento real entre a arte e o património e demonstram uma grande coerência com o conceito e os objetivos da iniciativa Num Instante… o Património!

Com um considerável número de jovens participantes, a edição portuguesa 2013 resultou na seleção de duas fotografias vencedoras que remetem, curiosamente, para duas visões, duas abordagens e duas sensibilidades distintas, mas complementares na perceção do próprio universo do património cultural:


Em Código de Barras existe uma referência instantânea ao património urbano da Baixa Lisboeta, desmaterializando a forma urbana e remetendo para um ponto de vista mais abstratizante da realidade ;


Por sua vez, na fotografia Clausura, denota-se um olhar sobre o património monumental em processo de recuperação, integrando uma composição visual relevando e colocando em confronto diferentes materialidades. Jovens e diferentes sensibilidades que exprimem, contudo, o mesmo grau de atenção.